Rádio Gospel 10: Tempos Penosos

Social Icons

Pages

domingo, 18 de setembro de 2011

Tempos Penosos


II TIMóTEO [3] 1 Sabe, porém, isto, que nos últimos dias sobrevirão tempos penosos; 2 pois os homens serão amantes de si mesmos, gananciosos, presunçosos, soberbos, blasfemos, desobedientes a seus pais, ingratos, ímpios,3 sem afeição natural, implacáveis, caluniadores, incontinentes, cruéis, inimigos do bem,4 traidores, atrevidos, orgulhosos, mais amigos dos deleites do que amigos de Deus,
Dentre todos os atributos que O Espírito Santo inspirou a Paulo a citar para os seres humanos nos finais dos tempos, os quais estamos vivendo, destaca-se a ingratidão.
Esse é um mal que perverte a nossa geração.
Não sabemos olhar para DEUS e para as pessoas que nos ajudam ou nos servem com o devido reconhecimento do bem recebido.
No momento da necessidade “nos disfarçamos” de coitadinhos, de humildes até, mas tão logo nos vemos de posse dos nossos anseios, tiramos a máscara e mostramos uma face muitas vezes assustadora.
Quantos são tão medíocres que suplicam a DEUS por um emprego, por um esposo ou esposa, por um filho, até com lágrimas, e depois, uma vez recebida a “benção” começa a murmurar, se esquece que pediu oração, que suplicou, que chorou, cargos, empregos, casamentos, favores, ajudas, são recebidas com um êxtase contagiante, com uma alegria quase infantil e logo, logo já são motivos de murmuração, é como se tudo fosse um peso em nossas costas, como se todos nos explorassem, como se fôssemos vítimas do destino, das pessoas e até de Deus. Isso é ingratidão, é memória curta.

Francamente, precisamos de mais gratidão, precisamos entender q o foi bênção na nossa vida ontem, jamais se tornará maldição, a menos que nós mesmos façamos isso (para depois culpar a DEUS).
Muitas de nossas orações não são respondidas, pois Deus conhecendo nossos ingratos e inconstantes corações sabe, que cedo esqueceríamos o favor recebido. Tenhamos mais gratidão e O Senhor se agradará ainda mais de nós.
Missionária Rita

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Teste - Teste

Teste - Teste

Teste - Teste