Rádio Gospel 10: Quando o Amor se esfria...

Social Icons

Pages

domingo, 18 de setembro de 2011

Quando o Amor se esfria...

"E, por se multiplicar a iniqüidade, o amor de muitos esfriará" 
Mateus 24:12.

Diante e mediante o que se observa no mundo é possível ver no ser humano, que muitos não acreditam e já não mais sentem o "AMOR" e, sim, atrações físicas mútuas unida ao interesse pessoal e material.
Para o verdadeiro cristão servo(a) e não apenas crente na "CRENÇA", que gostam de adorar a Deus dentro os termos de obediência contida na palavra viva bíblica entende, que é preciso se fazer entender que vivemos uma realidade bastante dolorosa para nós cristão, a realidade de que o "Amor de muitos já se esfriou". Jesus foi bastante enfático quando falou:“E por se multiplicar a iniqüidade, o amor se esfriará de quase todos” (Mateus 24.12).Ainda bem que é "quase" todos. A iniquidade implica no enfraquecimento do amor.
Vejam se não é esse o nosso caso. Na medida em que cresce o pecado em suas mais variadas formas, da corrupção ao crescimento da miséria social, da pornografia a todas as formas de banalização liberal sexual, a violência nas ruas e nos lares, o individualismo autocentrado e narcisista, esfria o amor genuíno e sincero no ser humano. Somos uma geração que vem desaprendendo a amar. Não estou me referindo a uma forma platônica de amor ou aos modelos hollywoodianos que enchem nossa sala de estar todos os dias na tele comunicação televisa, cinema etc, mas ao amor conforme Deus o revela nas Escrituras. Provavelmente não há nenhum texto mais completo sobre o amor do que I Coríntios 13, um texto que precisa ser revisitado por nós diante daquilo que vemos todos os dias.

Nestes eventos "Gospel" vemos a vaidade exacerbada das pessoas, a preocupação com a aparência e os desejos mais fugaz, vemos a completa falta de reverência ao nosso Deus, a tietagem pelo artista, em vez do interesse pelo derramamento do poder Pentecostal. Os jovens aproveitam para fazer amizades e pouco se importam em ouvir a mensagem da palavra, é comum ver na hora do louvor a animação juvenil, mas quando o pregador pega no microfone, é a "deixa" para sair de mansinho. Logo sobra lugares.

A maioria não se importa com os outros, os irmãos não se cumprimentam mais ( A paz do Senhor!), as criticas e os apontadores são cada vez mais constantes tanto dentro quanto fora da igreja, a obra cada vez mais sendo colocada em segundo plano, acabaram os evangelismos, estão mudando a característica da igreja. O que vimos hoje é pessoas tidas de cristã como o diabo gosta. Não dão testemunhos de Deus. Não se espelham em Deus, mas querem ser o espelho do mundo. O que se vê por ai são pessoas, que na igreja são cristão e fora da igreja, são impios, pois cobrem seus corpos com roupas modernas e mundanas até com traje de homem com calças compridas coladas a pele, para servir de atração aos maus olheiros malignos, usam adornos de jóias falsas ou verdadeiras, não importa, mas as usa como se fosse uma árvore de natal, e se maquiam usando tintas da vaidade.

- Porém, veja o que aqui está e leia: "Não haverá traje de homem na mulher, e não vestirá o homem o vestido de mulher, porque qualquer que faz isto abominação é ao Senhor teu Deus". Deuteronômio 22:5.
- " As pessoas, que vivem de acordo com a sua natureza humana, não podem agradar a Deus". Romanos 8:8.

Não estamos tendo sabedoria para proclamar o nome do Senhor, muitos estão deixando a desejar, ao invés de adoração ao nosso Deus, vemos o "homem" ser adorado, ao invés da honra e glória a Jesus, estamos dando honra e glória ao homem natural.
Ao invés de Pregações que transformam vidas, verdadeiras aulas de teologia e oratória, onde ouvimos os comentários depois, você viu o pregador fulano de tal? Ele quebrou tudo! Arrebentou a boca do balão! Essa coisas...
Não se vê mais aquelas pregações profundas cheias do amor de Deus com palavras firmes e mansas como os sermões de Jesus na montanha. Hoje o que se vê são pregadores "Intinerantes, Eloqüentes, Teólogos" esses termos, alguns parecem que estão narrando uma partido de futebol (risos), de cada dez palavras se compreende uma e sempre terminam assim: em vez de Gooool... é Senhoooor!, são berros ensurdecedores que chegam a doer. será que somos surdos?
Ainda existem remanescentes, pessoas que não se corromperam, e não abandonaram a sã doutrina, que não estão passando por uma crise de identidade, que sabem o porque foram chamados. Posso dizer com convicção, meu amor não se esfriou, não faço parte dos muitos, mas dos remanescentes. E você? de qual grupo faz parte? Pense nisso...

Peres, Jane

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Teste - Teste

Teste - Teste

Teste - Teste